As Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso foram homologadas pela Congregação da ESS na sessão ordinária de 30/08/2018, e publicadas através da Portaria nº 9390/2018, no Boletim UFRJ nº 39, dia 27/09/2018. O corpo social da ESS poderá acessá-las no espaço da Graduação - Mais Informações - TCC.

 

 

  

Ao Corpo Social da ESS,

 

  1. 1. A Congregação reunida, em sessão extraordinária, no dia 13 de setembro de 2018, após ouvida a comissão eleitoral responsável pela consulta à comunidade realizada nos dias 4 e 5 de setembro, aprovou as listas tríplice para os cargos de Diretora e Vice-Diretora da Escola de Serviço Social para o mandato de 2018 a 2022.
  2. 2. O processo que encaminha ao Reitor os nomes da Professora Miriam Krenzinger Azambuja, para o cargo de Diretora, e da Professora Elaine Martins Moreira, para o cargo de Vice-Diretora, foram entregues no Gabinete do Reitor, à Vice-Reitora, Profa Denise Nascimento, em mãos, no dia 17/09.
  3. 3. Em função do adiamento da consulta e do término da atual gestão ocorrer no dia 21/09, foi publicada no dia 19/09/2018, no DOU nº 181, seção 2, pagina 26, Portaria nº 9.205/2018 de nomeação como Diretora Pró-Tempore da Profa Andrea Maria de Paula Teixeira, até a posse da nova Direção, a ser publicada pelo Reitor da UFRJ, e que será divulgada amplamente ao corpo social da UFRJ.
  4. 4. As informações estarão disponíveis na página da Escola de Serviço Social - www.ess.ufrj.br

 

Andrea Teixeira

Diretora da Escola de Serviço Social

 

  

Aprovado por unanimidade, texto destaca qualidade da produção científica da instituição

O Conselho Universitário da UFRJ (Consuni), em reunião extraordinária na terça-feira, 11/9, publicou moção de solidariedade à comunidade acadêmica do Museu Nacional, estendendo seu apoio à Reitoria da Universidade. Aprovado por unanimidade, o texto destaca a qualidade da produção científica da instituição e afirma que a UFRJ tem sido alvo de acusações que escondem interesses nocivos à universidade pública. Confira a íntegra do documento:

 

MOÇÃO SOBRE O INCÊNDIO DO MUSEU NACIONAL

O Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, reunido em 11/9/2018, vem prestar sua solidariedade aos colegas professores, técnicos, alunos e gestores do Museu Nacional, privados de seu local de trabalho histórico, perda ressentida por toda a sociedade. 

Ao mesmo tempo manifesta todo apoio à Reitoria da UFRJ, que tem estado no centro do ataque atual à universidade pública por parte de setores do governo federal e da mídia. 

O Museu Nacional, como museu de história natural bicentenária e lugar pioneiro de interdisciplinaridade de ciências biológicas e sociais, é uma instituição anterior à Universidade e a ela se integrou em 1946. Desde então tem aprimorado suas características de pesquisa e museologia até construir, desde o final dos anos 60, uma pós-graduação vigorosa com vários programas em suas diferentes áreas de conhecimento e é hoje uma das principais instituições de importância científica no país.

O Museu é um lugar de memória da história da prática científica e de sua divulgação que, nos últimos anos, evidencia de forma exemplar a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Como tal, seu lugar é no interior da universidade, no caso a UFRJ.

A destruição material do palácio onde se abrigava a maior parte do acervo e das atividades do Museu Nacional não pode ser seguida pela destruição política e simbólica de suas possibilidades de recuperação e renovação que, de acordo com sua construção histórica, só pode se dar no interior da universidade pública.

O Conselho Universitário, aqui representando os diferentes setores da UFRJ, soma-se à Associação dos Reitores (Andifes) e a toda a comunidade acadêmica no apoio irrestrito à Reitoria da UFRJ, que tem sido objeto de acusações as quais escondem interesses nocivos à universidade pública. Este Conselho também se manifesta contrário a mudanças de estrutura jurídica que afetem o Museu Nacional sem a menor participação de sua comunidade e permanece vigilante a práticas persecutórias neste momento de ataques recorrentes às universidades públicas.

CoordCOM/UFRJ

Disponível em https://ufrj.br/noticia/2018/09/13/conselho-universitario-publica-mocao-de-apoio-ao-museu-nacional

 

A Congregação reunida, em sessão extraordinária, no dia 13 de setembro de 2018, após ouvida a comissão eleitoral responsável pela consulta à comunidade, aprovou as listas tríplice para os cargos de Diretora e Vice-Diretora da Escola de Serviço Social para o mandato de 2018 a 2022. A Congregação encaminha ao Reitor os nomes da Professora Miriam Krenzinger Azambuja, para o cargo de Diretora e da Professora Elaine Martins Moreira, para o cargo de Vice-Diretora, que por delegação de competência é quem nomeia a nova direção.

Na consulta à comunidade, com um universo de 72 docentes, 38 técnico-administrativos e 1.014 estudantes, foi registrada a participação de 77% (56) dos docentes, 74% (28) dos técnico-administrativos e 24% (245) dos estudantes. A única chapa inscrita composta pelos docentes Miriam Krenzinger Azambuja (Diretora), Elaine Martins Moreira(Vice-Diretora), Mavi Rodrigues Pacheco (Coordenação de Pós-Graduação), Tatiana Brettas Waehneldt (Coordenação de Graduação), Marcos Paulo Oliveira Botelho (Coordenação de Prática em Ens. de Serviço Social) e Luis Eduardo Acosta (Coordenação de Extensão), obteve 31 votos dos docentes (43%), 26 votos dos técnico-administrativos (68%) e 239 votos dos estudantes (24%).

A posse da nova direção é marcada pelo gabinete e cerimonial do Reitor, e será divulgada amplamente ao corpo social da ESS.

 

 

UFRJ Escola de Serviço Social - ESS
Desenvolvido por: TIC/UFRJ